8 dicas para superar o fim de um relacionamento

/
/

Superar o fim de um relacionamento pode ser uma tarefa difícil. As lembranças tomam conta da nossa mente, a saudade e a carência batem forte. A incerteza do futuro e o apego aos planos feitos com o crush, namorado e até marido, trazem uma melancolia grande e a famosa fossa. Mas calma, nada é impossível. O Mulher Conectada trouxe hoje 8 dicas para você esquecer do boy e seguir a vida de maneira leve e tranquila.

Primeiramente: não tenha medo de ficar triste

É isso mesmo. O famoso clichê “só vê o arco íris quem passou pela chuva” é extremamente verdadeiro. Quando se termina um relacionamento, nós focamos muito em ficar bem. Mas as vezes, deixar o choro vir, ouvir uma música triste, ver um – ou vários – romances e se afundar numa panela de brigadeiro, não tem o menor problema. Você só precisa ter a consciência de que a tristeza vai passar e de que você quer que ela vá embora.

Não se apegue a detalhes

Ele ver seus stories, postar uma foto ou estar online não significa nada. Não se apegue a esses detalhes, não fique procurando por migalhas. O relacionamento acabou: aceitar isso dói, mas é o começo para a superação.

Se preciso, bloqueie

Nós temos o hábito de querer vigiar a vida do parceiro após o término. Mas checar suas redes sociais vai fazer mal apenas para você mesmo. Imagine como você se sentirá se ver uma foto dele com outra pessoa ou ficar vendo que ele está curtindo a vida adoidado? É muito importante frisar que o fato dele demonstrar que está feliz nas redes sociais, não quer dizer nada. Independente disso, como ele está não diz mais respeito a você. Se preciso for, bloqueie. Você não será infantil se fizer isso.

Entenda: você não vai esquecer

É humanamente impossível esquecer alguém. Quando superamos uma pessoa, nós ressignificamos a importância dela na nossa vida. Ao terminar, você não deve focar em não pensar, mas em como você reage ao lembrar do ex. Vai chegar um momento em que as recordações não trarão mais tristeza. Você ficará indiferente a elas.

Foque em você

Sabe aquele projeto que você queria começar? Aquela meta no trabalho que você queria bater? Pode ser um bom momento para focar nisso. Uma ótima ideia é cuidar mais de si, física e mentalmente. Faça um spa day, mude o visual, leia livros ou aprenda alguma coisa nova. Coloque-se no protagonismo da sua vida.

Busque distração

Leia um livro, saia com as amigas, dê faxina na casa, vá a um museu, tente fazer uma receita, procure novos hobbies. Busque formas de ocupar sua mente com outras atividades para, dessa forma, evitar de pensar nas lembranças, no fim de um relacionamento e em possíveis cenários que trariam a pessoa de volta.

Escreva sobre seus sentimentos

Uma ótima forma de organizar o que está na mente, é escrevendo sobre o fim de um relacionamento. Pegue um caderno, ou abra um documento no seu computador e tire alguns minutos, diariamente, para escrever exatamente o que está na sua cabeça. Passe a confusão para o papel que, com um tempo, ela se organiza.

Se preciso for, procure um psicólogo

Em conclusão, não é vergonha nenhuma assumir que não está sendo fácil superar o fim de um relacionamento. Às vezes, por mais que a gente queira, encontrar a cura é difícil. Por isso, se você tiver oportunidade, procure um psicólogo. Uma escuta preparada e sem julgamentos pode ser o ideal nesse momento. Há inúmeros psicólogos que atendem a preço social, essa pode ser uma excelente saída.

Leia mais: 6 dicas para não chorar em conversas difíceis

  • Facebook
  • Twitter
  • Linkedin
  • Pinterest

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This div height required for enabling the sticky sidebar