Botox: 10 mitos e verdades sobre o procedimento

/
/

Popularmente conhecida como botox, a toxina botulínica é o procedimento estético mais procurado no Brasil. O país é, inclusive, um dos líderes no ranking de uso dela para gins estéticos. Uma pesquisa da Sociedade Internacional de Cirurgia Plástica Estética (ISAPS) aponta que só em 2017 foram feitas cerca 400 mil aplicações no país, número que fica atrás apenas dos Estados Unidos.  

Mesmo com toda essa fama, ainda existem muitas dúvidas acerca do botox. Por isso, o Mulher Conectada conversou com a dermatologista especialista em estética, Nádia Bavoso. Ela desvendou 10 mitos e verdades sobre o procedimento. Olha só:

O botox só pode ser usado para fins estéticos

MITO. A especialista explica que a toxina botulínica tem outras utilidades. “A substância tem sido muito usada para tratamentos de doenças, como no caso da enxaqueca crônica”.

O efeito é imediato

Mito. Nádio conta que o paciente pode sentir uma diferença logo após a aplicação. “Mas o corpo precisa de um tempo para absorver toda a toxina. Esse tempo varia de acordo com a quantidade e região”.

Existe idade mínima para aplicação

MITO, mas depende. A dermatologista explica que apesar de não ter uma idade mínima permitida, é importante que o profissional tenha bom senso. “Hoje em dia é mais comum o uso do botox preventivo, até mesmo antes dos 30 anos. Mas cada caso é um caso e o profissional precisa lembrar que acima da estética, é preciso pensar na saúde do paciente”.

Após o botox, não é recomendado fazer massagem e nem lavar o rosto com esponjas elétricas

Verdade. Nádia explica que existe uma orientação para as primeiras 48 horas de aplicação. “Os pacientes devem evitar limpeza de pele, massagem, drenagem. Além disso, ele deve lavar o rosto de forma suave, apenas com as mãos”.

Quanto antes começar a usar botox, maior a quantidade de toxina que vou precisar usar ao longo dos anos

MITO. A especialista elucida que não há nenhum estudo que comprove isso. “A quantidade do botox é sempre de acordo com o tratamento e o objetivo do paciente”.

O Botox pode ajudar no controle de suor excessivo

VERDADE. Em algumas regiões o botox pode controlar o suor. “Quando aplicado na axila, ele inibe a ação um neurotransmissor responsável por regular as glândulas que produzem o suor. Essa indicação é também super interessante naquelas pessoas que sentem um cheiro desagradável nas axilas no fim do dia”. 


O botox dura menos em quem pratica atividade física com frequência 

VERDADE. A especialista explica que isso acontece principalmente em casos de esporte de mais impacto. “O botox pode durar menos já que os músculos se movimentam mais”.

Sempre dói

MITO. Sempre é utilizado um anestésico nos pontos da aplicação. “A única coisa que o paciente sente, é a agulha, que é uma leve picada, super tolerável”. 

A aplicação é única para cada objetivo, não precisa repetir 

MITO. As aplicações precisam ser feitas dentro um período que varia de acordo com o tratamento e do metabolismo do paciente. “O médico é o profissional mais indicado para dizer qual é o intervalo sugerido”. 

O botox pode ajudar a levantar a sobrancelha

VERDADE. A toxina pode ajudar a deixar a sobrancelha mais arqueada. “Em alguns casos, ela ajuda até mesmo a corrigir casos de assimetria”.

  • Facebook
  • Twitter
  • Linkedin
  • Pinterest

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This div height required for enabling the sticky sidebar
Ad Clicks : Ad Views :