O banheiro é o cômodo mais contraditório da casa, afinal, é nele que buscamos fazer nossa higiene, mas é também nele que se encontra inúmeras bactérias e perigos que podem, inclusive, transmitir doenças. Para evitar grandes riscos, alguns cuidados devem ser tomados. O Mulher Conectada conversou sobre o tema com o Fabio Santiago, responsável pela Dr. Ácaro, empresa associada à Associação Brasileira do Mercado de Limpeza Profissional (ABRALIMP) que atua no segmento de higienização e bio sanitização residencial e comercial.

O especialista começa explicando sobre os produtos que devem ser usados. Ele lembra que, atualmente, o mercado apresenta uma gama muito grande. “Com isso, cada pessoa terá sua preferência. O que eu indico é ler o rótulo e dar preferência aos que eliminam 99,9% das bactérias”.

Ele acrescenta que a rotina de limpeza básica do banheiro deve ser diária. “Essa recomendação se dá pelo fato de o banheiro ser um dos locais mais contaminados da casa. Principalmente agora, neste momento de flexibilização do isolamento social, a limpeza deve receber uma atenção todos os dias”.

limpar o banheiro corretamente e essencial

| LEIA TAMBÉM: Geladeira inteligente: como viabilizar o espaço na hora de guardar os alimentos |

 

Fabio dá duas dicas que julga ser essenciais para desinfecção do banheiro. “A pessoa deve sempre diluir o produto de forma correta, respeitando as indicações do fabricante. Além disso, ela deve sempre deixar o produto agindo nas superfícies para que ele tenha um melhor resultado. Todas essas informações estão no rótulo do produto que deve ser lido com cuidado”.

Por fim, ele adiciona que não dar a devia atenção à limpeza do banheiro pode trazer consequências para a nossa saúde. “É no banheiro que se concentra o maior número de bactérias e fungos. Isso acontece por causa da umidade deste ambiente. Se não cuidarmos corretamente do cômodo, esses agentes poderão e proliferar e causar inúmeras doenças e até mesmo baixar nossa imunidade”, conclui.