Existe amizade entre homem e mulher? Para os homens, não.

/
/

Afinal, existe amizade entre homem e mulher? Uma pesquisa publicada no Journal of Social and Personal Relationships aponta que a resposta é divergente. Enquanto mulheres acreditam na possibilidade de uma amizade sem interesse, os homens tendem a crer que não, que o sexo sempre fica no caminho. O Mulher Conectada conversou com o psicólogo e terapeuta sexual, colaborador da plataforma Sexo sem Dúvida, Lorêncio Gilmar Urnau sobre o tema.

Ele explica que toda a amizade pode ser saudável quando entendida como um afeto gratuito, recíproco, pautado em valores compartilhados para ambos. “A partir disso, podemos imaginar uma amizade entre homem e mulher como uma possibilidade saudável. Um dos aspectos que dificultam, muitas vezes, diz respeito a atração sexual ou interesse amoroso que possa surgir, provocando constrangimento a uma das partes, principalmente, quando esse interesse é unilateral”.

Quando o interesse for mútuo, é possível que isso não atrapalhe a relação. “Pesquisas mostram que pessoas que já tiveram ou ainda mantêm relações sexuais com amigos não tiveram a amizade afetada. Mas, não podemos generalizar que todos serão assim. Na prática, encontramos muitos indícios de que é possível encontrar as mais diversas formas de amizade entre homem e mulher, porém, nem todos se adaptam a todos os estilos”.

De onde vem o costume de não acreditar na amizade entre homem e mulher?

Segundo o especialista, o desejo sexual que pode surgir numa relação entre homem e mulher é o principal motivo para que muitos não acreditem na possibilidade. “Nós não temos o controle por quem vamos nos sentir atraídos. Durante nossa vida, podemos sentir atração por pessoas diferentes como colegas de trabalho, faculdade, professores, pessoas comprometidas e por que não poderia ocorrer de sentir atração por amigos?”.

Muitos casais eram amigos antes de iniciar um relacionamento. Esse motivo faz com que algumas pessoas comprometidas não aceitem que seu cônjuge tenha amizade com alguém do sexo oposto. “Contudo, considero que seja possível existir amizade entre homem e mulher, sem segundas intenções, mesmo que o desejo sexual apareça, é importante que exista maturidade e respeito entre ambos”.

Por que homens não acreditam na amizade entre homem e mulher?

O patriarcado, na visão de Lorêncio, contribui para que homens não acreditem tanto na amizade com uma mulher. “Ele ainda exerce influência em pensamentos e comportamentos atuais. Nesse sistema, historicamente, os homens sempre foram incentivados e autorizados a vivenciar a sexualidade sem culpa e repressão, tanto na fantasia, quanto na prática. Enquanto isso, a sexualidade feminina era muito mais repreendida”.

A constituição anatômica também deve ser considerada. “Homem e mulher têm constituição hormonal distinta. Nelas, a constituição hormonal se apresenta de forma cíclica, neles, estável. Logo os hormônios da sexualidade de homens e mulheres agem de formas diferentes no cérebro, que faz com que as formas de pensar e sentir entre ambos os sexos, além de serem singulares ainda se tornam mais distintas”.

Contudo, o especialista vê mudanças nesse quadro. “A educação sexual está mudando e a forma como homem e mulher vivem sua sexualidade também. Acredito que, se a mesma pesquisa for realizada daqui uns anos é possível que os resultados serão diferentes. As mulheres estão buscando cada vez mais seus espaços que são delas por direito e não é diferente no campo da sexualidade”.

Como manter uma amizade saudável com o sexo oposto?

Para o terapeuta, em primeiro lugar, ambos devem ter bem claro para si quais os valores consideram fundamentais em uma relação de amizade. “Tendo claro isso para si, devem deixar explícito para seu amigo ou amiga. Também diria que é muito importante observar o não dito em palavras, pois nem sempre as pessoas se expressam apenas em palavras, mas podem se expressar pelo olhar, sorrisos, gestos, comportamentos e assim por diante”.

Por último, Lorêncio faz uma observação. “Ninguém deve se sentir constrangido em descobrir que alguém sentiu atração por você. Ninguém consegue escolher por quem se atrair, a atração simplesmente acontece. Segundo é quenos sentimos atraídos por características que admiramos nos outros e de alguma forma você é admirado(a) por alguém. Contudo, a forma que o outro expressa a atração por você faz toda diferença e você tem todo o direito de aceitar ou não aceitar, ou seja, você que deve indicar o limite que você permite ao outro(a) e se o outro(a) passar esses limites podendo se pensar em possível assédio”.

Leia também: Pouco sexo e falta de romancehttps://www.mulherconectada.com.br/casais-querem-mais-romance-e-sexo/ são os principais motivos de discussão entre os casais brasileiros

  • Facebook
  • Twitter
  • Linkedin
  • Pinterest

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This div height required for enabling the sticky sidebar