Uma pesquisa feita pela companhia de varejo britânica Marks and Spencer mostrou que nós mulheres gastamos quase 17 minutos por dia na hora de escolher uma roupa para sair. Os dados indicam ainda que, somando esse tempo, pode-se deduzir que, em média, gastamos quatro dias por ano e quase seis meses de vida e apenas decidindo o que vestir.

O estudo ainda concluiu que 62% das mulheres admitiram ter acessos de raiva na hora de escolher uma roupa, pois o momento tende a virar uma frustração. A personal stylist, e professora da Sigbol, Carolina Nogueira, explica que essa dificuldade vem do fato de muitas mulheres não se conhecerem. “Antes de escolher uma peça é preciso conhecer a si, sua forma, seus pontos lindos, pontos que deseja camuflar e principalmente que mensagem deseja transmitir”.

mulher escolhendo roupa

Ela adiciona que encontrar o estilo pessoal alivia em 80% a hora de escolher uma roupa, pois ele será o auxílio no autoconhecimento e na mensagem que a pessoa deseja transmitir. “Uma mulher que possui o estilo clássico e sensual, por exemplo, pode optar por estar mais séria e clássica com modelagens tradicionais e no outro dia mais sensual com decotes, fendas e brilho. Conhecendo os estilos que cada peça representa será muito mais fácil escolher uma peça na hora de se vestir”.

A especialista acrescenta que montar um painel de estilo pode ser uma excelente saída para otimizar o tempo de escolha da roupa. “Chamo ele de Life Board, por que nele você coloca todos os seus desejos pessoais, profissionais e de vestimenta. A pessoa começa a materializar suas vontades e quando enxerga esse painel consegue identificar melhor os tipos de tecido, cores, formas, estilos e mensagens”.

Um painel de referências com looks que inspiram e um guarda-roupas organizado também ajudam. “Quando a pessoa enxerga todas as roupas que possui de forma organizada, os looks e possíveis composições ficam mais claras na mente dela. Para ver as mudanças, a dica que dou é começar a separar as peças por categoria e por cor, vai dar até mais gosto de se vestir bem”, conclui.