Decepção amorosa: como superar?

/
/

A decepção amorosa pode ter impactos negativos na vida de uma pessoa. Isso porque quando construímos uma relação, criamos expectativas e, quando frustradas, pode se tornar um grande choque. Pode ser difícil, mas não é impossível superar uma decepção amorosa. Para falar sobre isso, o Mulher Conectada conversou com a psicóloga Alessandra Augusto sobre o tema.

Ela explica que somos afetados pela decepção amorosa de maneiras diferentes. “A intensidade da decepção é proporcional ao tempo e envolvimento na relação. Trata-se de um sentimento que vem quando tomamos uma decepção. Vem com grande expectativa, de que determinada coisa vai dar certo, a não concretização disso, gera a decepção”.

Segundo a especialista, o sentimento pode, inclusive, vir acompanhado de sinais. “Grande tristeza e remorso, já que é gerada a partir de uma decisão. Quando a pessoa deixa que o outro participe de sua vida, dá espaço pra isso. A decepção amorosa gera uma sensação de fracasso”.

Como superar uma decepção amorosa?

Alessandra adiciona que superar uma decepção amorosa requer tempo. “É preciso entender que não impera só a vontade de uma pessoa em um relacionamento, mas que o outro tem seus desejos também. Além disso, deve-se entender o lugar de cada um na relação, ter pensamentos realísticos e evitar fantasiar, dando sempre passos concretos”.

Dar valor a si próprio é uma importante saída. “O indivíduo deve priorizar seu amor próprio, sua autoestima. Não deve negar apoio da família e dos amigos. Além disso, deve sempre viver um dia de cada vez a fim de superar essa decepção amorosa”.

Para ler depois: Sentir ciúme, até que ponto é normal?

Ela adiciona que o tempo está ligado a intensidade. “Por isso, seria muito bem se o indivíduo já entrasse na relação entendendo que a felicidade não está no outro. Não se deve colocar o sabor de uma relação na mão de outra pessoa. Tendo consciência disso, uma possível decepção amorosa se torna menor. Isso porque, quando existe uma entrega total, sem medida e limites, a tendência é de frustração”.

A superação pode ser mais rápida quando a pessoa busca formas de sair do lugar de dor. “É importante que ela faça atividades prazerosas, que resgatem seu bem estar. Apoio familiar e de amigos também ajuda. Por fim, ela precisa começar a se olhar como um indivíduo único, entendendo que existe prazer em estar sozinho e que isso é diferente de solidão”.

Como ser forte e saber lidar com decepções?

Alessandra reforça que é possível se fortalecer a partir do momento em que a pessoa cuida de si e de suas emoções. “Por isso, é importante buscar uma psicoterapia, um autoconhecimento. Ter uma responsabilidade emocional consigo própria. Cuidar da autoestima, se valorizar. Tudo isso é uma receita ótima para fortalecer o indivíduo e evitar essas decepções”.

Por fim, para evitar que o outro magoe, é preciso medir, quantificar a energia empregada nesse relacionamento. “É preciso entender que outra pessoa não vem com a função de nos fazer felizes. Pessoas felizes fazem felicidade. Ou seja, alguém bem resolvido que junta com outra pessoa bem resolvida, juntas, vão fazer coisas legais”.

Em conclusão, ela adiciona que duas pessoas bem resolvidas, saberão onde buscar a felicidade. “Não irão colocar toda expectativa de felicidade, bem estar e prazer na mão do outro. Pois isso irá aumentar a expectativa e, automaticamente, aumentar uma possível decepção amorosa”.

  • Facebook
  • Twitter
  • Linkedin
  • Pinterest

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This div height required for enabling the sticky sidebar
Ad Clicks : Ad Views :