Olheiras: um guia de como se livrar de vez delas

/
/

Elas acontecem por inúmeros motivos e podem ser um peso na autoestima. Estamos falando das olheiras, aquelas manchas escuras abaixo dos olhos que acometem algumas pessoas. Engana-se quem pensa que elas se formam apenas pela falta de sono. Para explicar mais sobre as olheiras e como se livrar de vez delas, o Mulher Conectada conversou com a dermatologista Simone Stringhini.

Ela explica que inúmeras coisas podem ser as causas das olheiras. “Pode ser constitucional, ou seja, que já vem das características da pessoa e independe da idade. A causa também pode ser vascular, pela congestão dos vasos sanguíneos da região, ou pode estar no envelhecimento da pele. Isso porque, com o passar do tempo, ela vai ficando mais atrofiada e os vasos sanguíneos passam a ficar mais visíveis, causando um arroxeamento na região dos olhos”.

Outro fator possível, segundo a especialista, é o esvaziamento do sulco lacrimal, que é justamente a área abaixo dos olhos. “Isso faz com que a região lacrimal fique mais funda e, dessa forma, pode acabar causando olheiras pela sombra dos olhos na região”.

Tipos de olheiras

A dermatologista explica que existem diferentes tipos de olheiras. “Elas podem ser pigmentares, que é quando apresentam apenas o escurecimento da pele. Além disso, podem ser do tipo vascular, que é quando há o arroxeamento. Existem casos em que acontece a associação desses dois tipos”.

Outra possibilidade é que elas sejam causadas pela perda de gordura do coxim, área denominada sulco lacrimal. “Isso acontece naturalmente no processo de envelhecimento, com a perda gradual da sustentação da pele”. 

Receitas caseiras x olheiras

A especialista explica que, para algumas pessoas, dormir pouco agrava a olheira. Mas, que isso não acontece com todo mundo. “É aconselhável, porém, estar com o sono regulado, o que também contribui para evitar as olheiras. Cientificamente, não há nenhuma comprovação de métodos que ajudem a evitar as olheiras além de um estilo de vida saudável”.

Na internet, é possível encontrar inúmeras receitas caseiras que prometem nos livrar das olheiras. Mas, a especialista elucida que não há comprovação de que elas melhorem, de fato o problema. “Isso porque a pigmentação das olheiras é bastante forte. Muitas vezes com presença de melanina na derme, o que torna difícil de amenizar seu aspecto, até mesmo com procedimentos realizados em consultório”.

A profundidade também é um quesito que não será solucionado com receitas caseiras. “Apenas o preenchimento dos sulcos lacrimais consegue evitar isso”, explica.

Ela adiciona que em casos de olheiras do tipo vascular, o que pode ajudar é fazer uma compressa com água gelada no local. “Isso vai causar uma vasoconstrição, o que é a contração dos vasos sanguíneos, consequentemente, clareando a região. Mas reforço que essa solução é temporária e só aparenta efeito nas olheiras com causas vasculares”.

Tratamentos

O tratamento, segundo a especialista, depende do tipo e da causa das olheiras. “No caso da pigmentar, o indicado é a utilização de cremes despigmentantes. Em consultório, a dermatologista pode indicar o peeling ou até um tratamento com laser para auxiliar no clareamento, dependendo do caso”.

Para as olheiras vasculares, o tratamento é feito com o que é chamado luz pulsada. “O dermatologista pode utilizar o laser long pulse, que vai atuar nos vasos sanguíneos”.

Já no caso de olheiras causadas pelo esvaziamento dos sulcos, o tratamento é feito através de preenchimento da área com ácido hialurônico. “Há casos em que é recomendado fazer mais de um desses procedimentos, depende totalmente das características específicas de cada caso. Nem sempre é possível melhorar 100% das olheiras, mas os procedimentos podem amenizar bastante o aspecto delas”, conclui.

  • Facebook
  • Twitter
  • Linkedin
  • Pinterest

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This div height required for enabling the sticky sidebar
Ad Clicks : Ad Views :