Low Poo: entenda o que é e como fazer

/
/

Low Poo. Toda cacheada já ouviu falar dessa técnica que, apesar de ter um nome diferentão, é super simples de fazer. A técnica visa aumentar o brilho dos fios, diminuindo a porosidade deles. Para falar sobre e ensinar a aderir o Low Poo na rotina de cuidados capilares, o Mulher Conectada conversou com a Helen Castro, hairstylist e CEO do studio Tuty Hair.

Ela explica que Low Poo é uma técnica de cuidados capilares onde são utilizados somente produtos sem derivado de petróleo. “Ou seja, petrolatos, óleo mineral, silicones, parafina líquida, etc. Além de shampoos sem sulfato, que danificam ou prejudicam os fios e a saúde capilar”.

Helen acrescenta que a técnica foi criada por Lorraine Massey. “Assim como toda cacheada e crespa, ele teve dificuldades em cuidar do seu próprio cabelo cacheado. A partir daí, percebeu que o formato espiralado ou anelado desses cabelos cria uma distância maior para a oleosidade percorrer até chegar à ponta, e o couro cabeludo. Ou seja, devido à genética, produz menos óleo”.

E, apesar de ter sido criada para cabelos cacheados e crespos, pessoas com cabelo liso podem se beneficiar da técnica. “Principalmente os quimicamente alisados. Desde que se utilize produtos liberados e específicos para o seu tipo de fio”.

Benefícios do Low Poo

Na técnica Low Poo não se utiliza sulfatos agressivos. “Apenas sulfatos mais leves e outros agentes limpantes. Eles retiram as impurezas, mas não afetam a boa oleosidade, cheia de nutrientes e naturais do couro cabeludo”.

Outra premissa básica da técnica é que ela evita o uso de petrolatos presentes nos cremes e condicionadores. “Isso faz com que o fio livre para que agentes vitais possam agir profundamente, como ceramidas, queratina, hidratantes, entre outros, conferindo um brilho que vem da saúde dos fios”.

A técnica proporciona menos porosidade e mais brilho aos fios. “Além disso, diminui a produção de sebo em excesso e mantém o couro cabeludo menos ressecado. Para tanto, traz mais definição e diminuição do frizz, além de diminuir a necessidade de tratamentos pois o cabelo permanece hidratado por mais tempo”.

Como fazer o Low Poo

Para começar a aderir ao Low Poo, Helen explica que a primeira coisa é se certificar checar os produtos que você já tem. “O shampoo deve ser sem petrolatos, parafinas e sulfatos. Também é recomendado que você limpe   pentes, escovas e presilhas para garantir que seu cabelo não entre mais em contato com resíduos de produtos proibidos para a técnica”.

Leia: Com que frequência você higieniza sua escova de cabelo?

Ao iniciar a técnica Low Poo, você precisa lavar seus cabelos uma última vez com um shampoo com sulfatos, porém sem petrolatos. “Agindo assim você vai garantir que seus cabelos fiquem livres de resíduos e estejam preparados para a técnica”.

A partir daí você só vai poder usar shampoos sem sulfato e petrolatos nas suas lavagens. “É importante lembrar que assim como nos shampoos, todos os seus produtos para cabelo precisam estar livres destas substâncias. Como por exemplo cremes, óleos, ativadores de cachos, máscaras de tratamento, etc”.

  • Facebook
  • Twitter
  • Linkedin
  • Pinterest

1 Comments

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This div height required for enabling the sticky sidebar
Ad Clicks : Ad Views :