Mamães Tatuadas : Calando seu preconceito! - Mulher Conectada

Mamães Tatuadas : Calando seu preconceito!

Olá conectadas lindas da minha vida!!!
Nesse post vou compartilhar um pouquinho da minha experiência e que com certeza faz parte da vida de muitas mãezinhas tatuadas por aí.


Ninguém assume que julga pela aparência, mas SIM, muitos julgam pela aparência.
Eu sempre curti muito tatuagens, piercings, cabelo colorido, e NÃO, isso não é sinal de rebeldia, mas de personalidade, cada um nasce com a sua, muitos, infelizmente acabam ocultando suas vontades e gostos por querer se "encaixar" na sociedade que idolatra mais a aparência do que o caráter de uma pessoa.
Vou citar abaixo algumas frases que eu mesma escutei de pessoas diferentes em várias ocasiões, no mercado, no consultório médico, na reunião da escola.
"Eu amei seu cabelo azul, acho lindo, mas não tenho coragem!"
"Morro de vontade de fazer uma tatuagem, mas meu marido não deixa!"
"Admiro demais seu estilo, queria poder fazer igual, mas não tenho mais idade!"
E várias outras frases que deixam bem claro que muitas pessoas, querem, gostam, admiram, mas por medo de uma não aceitação ou pelo o que outras pessoas próximas impõem, elas não fazem.
Eu sei bem como é, por muito tempo andei de salto mesmo preferindo tênis, só para ser mais "feminina", demorei para fazer as tatuagens que eu queria mesmo sendo adulta e maridón apoiando porque pensava no que "os outros" iriam falar, eu queria muito ter meu cabelo colorido, mas como mãe eu achava que não seria legal.
E ai eu fui conhecendo as pessoas, tenho 4 filhos e através de escola, cursos e esportes das crianças fui conhecendo várias outras mamães e a maneira que muitas vivem na rotina em casa, com filhos, marido, trabalho.
Eu vi que muitas condenam mas queriam fazer igual, que muitas dizem zelar pela boa aparência mas são mulheres que não são felizes.
Eu me dei conta de que meu caráter era o que me importava, que minha casa está sempre cuidada, que zelo e muito pelos meus filhos, minhas contas estão pagas, meu marido sempre comigo, e eu não iria mais me preocupar com pessoas que até então não me acrescentam em nada.
Eu fiz minhas tatuagens (ainda quero mais), pintei meu cabelo, de branco, azul, rosa, muitos olham julgando, muitos admirando, e eu, sigo feliz, porque dessa vida nada se leva, e o que importa de fato, é fazer o bem, espalhar o bem, respeitar e espalhar amor.
Complicado esse preconceito ainda tão presente mesmo nos dias de hoje, em que vemos programas de TV com tantas baixarias, tanta falta de respeito e caráter de algumas pessoas sem um pingo de tinta na pele. E aí?



Deixo aqui minha admiração a todas as mamães tatuadas, e que você nunca corra o risco de partir sem ter feito algo que sempre teve vontade.

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário