Fotos com uniforme podem colocar seus filhos em risco na internet - Mulher Conectada

Fotos com uniforme podem colocar seus filhos em risco na internet

Conectadas, uma das coisas que muito tem me incomodado na internet é ver fotos de filhos de amigas e até de pessoas que não conheço pessoalmente postadas na internet contendo check-ins e imagens de crianças e jovens nas escolas.
Somos mães conectadas e muito corujas claro, porém, mesmo com perfis privados e restritos para visitação apenas de amigos, quando se trata de internet nada é 100% confiável, fico horrorizada com cada notícia que vejo por aqui que achei bacana vir reforçar a importância desse cuidado com nossos filhos na internet.


Hoje virou um hábito as pessoas registrarem cada passo, marcando lugares, datas e pessoas com quem convivem, a preocupação começa quando os responsáveis não se atentam ao que está sendo postado, como o nome legível no uniforme da criança ou adolescente, o check-in com a localização exata do colégio que é um lugar onde seu filho vai estar diariamente, diferente por exemplo de você fazer check-in em um parque onde o lugar é público, você está apenas de passagem e com várias pessoas circulando todos os dias, entende a diferença?
O cuidado é com a quantidade e tipo de informação que acaba virando material para pessoas mal intencionadas.

No caso das escolas, criminosos detectam a região onde o colégio está, e pelas fotos, conseguem identificar quem é o estudante, existe um risco muito grande nisso, porque assim como pessoas de bem estão vendo as postagens, os criminosos também têm acesso.
Da foto com o uniforme ou um check-in nas proximidades do colégio, um bandido já sabe parte da rotina de um jovem e até encontrar a criança nos horários de saída. Em alguns casos, eles seguem o carro que busca o estudante, e aí ficam sabendo onde a família mora, agora imagina todos esse caos por uma foto postada.
No geral, as pessoas postam sem prestar atenção nisso, e que um criminoso consegue facilmente acessar as informações nas redes sociais, e rapidamente tem material pra analisar a rotina dos alvos.

É legal trabalhar na prevenção deste tipo de crime compartilhando com os pais através de matéria, post, palestras.
O cuidado principal depende da conscientização dos pais, tem que ter mais campanhas mostrando os perigos e danos pelo acesso à internet sem controle. Não basta largar a tecnologia na mão e não orientar, porque o mundo virtual é um local onde bandidos conseguem coletar dados de qualquer natureza.
E ainda que os pais tenham esse cuidado, é sempre bom, orientar os filhos que hoje em dia na maioria já possuem seu próprio aparelho celular, para não se expor na internet, eu já vi filho de uma tia por exemplo colocar o número do telefone dele no facebook para as pessoas ligarem, e ele só tem 11 anos, aqui em casa por exemplo meus filhos não possuem aparelhos com chip, nem acesso as redes sociais, apenas minha filha mais velha que ainda sim é monitorada o tempo todo e não permito que leve o aparelho pra escola, acredito que escola é pra estudar e não levar celular, e no caso de alguma emergência a diretoria entra em contato, já que o aluno tem que ficar dentro da escola, enfim, isso já é assunto para outro post.
Fica aqui um alerta, com carinho, para que nossas crianças não corram riscos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário